sexta-feira, julho 14, 2006

Para refletir

"Não me interessa o que você faz para viver. Quero saber o que você deseja ardentemente, e se
você se atreve a sonhar em encontrar os desejos do seu coração.
Não me interessa quantos anos você tem. Quero saber se você se arriscaria a aparentar que é um
tolo por amor, por seus sonhos, pela aventura de estar vivo. Não me interessa quais os planetas
que estão em quadratura com a sua lua. Quero saber se você tocou o centro de sua própria
tristeza, se você se tornou mais aberto por causa das traições da vida, ou se tornou murcho e
fechado por medo das futuras mágoas.

Quero saber se você pode sentar-se com a dor, minha ou sua, sem se mexer para escondê-la, tentar
diminuí-la ou tratá-la. Quero saber se você pode conviver com a alegria, minha ou sua, se você
pode dançar loucamente e deixar que o êxtase tome conta de você dos pés à cabeça, sem a cautela
de ser cuidadoso, de ser realista ou de lembrar das limitações de ser humano.

Não me interessa se a história que você está contando é verdadeira. Quero saber se você pode
desapontar alguém para ser verdadeiro com você mesmo; se você pode suportar acusações de traição
e não trair sua própria alma. Quero saber se você pode ser leal, e portanto, confiável.

Quero saber se você pode ver a beleza mesmo quando o que vê não seja bonito todos os dias, e se
você pode buscar a fonte de sua vida da presença de Deus. Quero saber se você pode conviver com
o fracasso, seu e meu, e ainda postar-se à beira de um lago e gritar à lua cheia prateada: "Sim!

Não me interessa saber onde mora e quanto dinheiro você tem. Quero saber se você pode levantar
depois de uma noite de tristeza e desespero, cansado e machucado até os ossos e fazer o que tem
que ser feito para as crianças.

Não me interessa quem você é, como chegou até aqui. Quero saber se você vai se postar no meio do
fogo comigo e não vai se encolher.

Não me interessa onde ou o que ou com quem você estudou. Quero saber o que o segura por dentro
quando tudo o mais fracassa. Quero saber se você pode ficar só consigo mesmo e se você
verdadeiramente gosta da companhia que consegue nos momentos vazios . "

(Oriah Mountain Dreamer)

8 comentários:

εïз Andrea Cris εïз disse...

Oi Mirian
Seu blog esta showww
PARABENS
BOM FINAL DE SEMANA
Bjs
Andrea

graça disse...

Lindo, e ao mesmo tempo tao triste, e tao dificil, a tristeza quando nos assola, devasta tudo por dentro, fica dificil encara-la

Anônimo disse...

Lindo!!!
sem palavras hehehe!
Muito profundo!

Gabriela disse...

Oi Mirian,
Que texto mais lindo, dá muito que pensar!
Passei para desejar um excelente fim semana!
Beijo,
Gabriela

mariaima disse...

oi miguxinha. um bucado refletitivo..pode acreditar, tocou-me. Eu vou fazer uma re-avaliação desse meu jeito. Valeu miguxinha!
as bolsas estão lindonas! perfeitas! bastante desigual ao que tenho visto. adorei!
publiquei alguns arquivos de trab mais recentes no blog:
http://mariaima.nafoto.net
se tiver um tempinho, passa lá pra ver.
bjaunzaum

Claudia disse...

Oi Mirian, linda msg...tenha uma semana maravilhosa!!!
Bjs

Giovana disse...

Oi Mirian
Te desejo uma ótima semana!
Bjs
Giovana

MARY disse...

adorei seu post,bom para refletir...
passei para desejar uma optima semana.beijos